sexta-feira, 27 de novembro de 2009

10 cenas de filmes antológicas

Vai ser duro, mas vou me atrever. A lista é minha, então vai valer um monte de coisas: cenas engraçadas, melodramáticas, assassinatos, sexo, e por aí vai. Não me matem se minha seleção não contemplar as cenas preferidas de vocês. Compartilhem comigo e façam as suas nos comentários, ok? Seria ótimo saber se vemos os filmes de forma parecida ou não, né?
1. Totó assistindo ao filme deixado por Alfredo: cena final do Cinema Paradiso (Giuseppe Tornatore). Uma declaração de amor ao cinema; todas as vezes que vejo, não importa a hora, o local ou a companhia: choro como se tivesse assistindo pela primeira vez.
2. Cena de sexo em "Um copo de cólera": Julia Lemmertz e seu maridão Alexandre Borges arrasam nesta, que eu considero, umas das melhores cenas de sexo de todo cinema. O filme é uma adaptação do romance de Raduan Nassar e direção de Aluízio Abranches.
3. A morte de Bill em Kill Bill: Não canso de ver Uma Thurman concluindo seu plano de vingança ao matar Bill com o "golpe dos 5 pontos que explodem o coração". Impagável! Filme de Quentin Tarantino.
4. O Grande Labowski deixando cair o baseado nas calças ao dirigir: Jeff Bridges pulando no banco do carro pra tentar pegar o cigarro de maconha é uma das coisas que mais me fizeram rir na vida. Aliás, cenas sensacionais como esta são frequentes nos filmes dos irmãos Coen.
5. O falso orgasmo de Sally: Meg Ryan no seu melhor papel. Ela finge um orgasmo em público no meio de um restaurante pra provar para Harry que as mulheres sabem fingir muito bem. Convence mesmo!!! O filme é uma comédia romântica boba que se chama Harry e Sally- feitos um para o outro, mas a cena é inesquecível. Direção de Rob Reiner.
6. O carteiro comprando o livro na cena final de "A vida dos outros": não me lembro de ter sentido de novo a mesma emoção que esta cena me causou. Uma coisa muito forte e ao mesmo tempo muito contida, com uma carga de afeto e significado gigantesca. a direção é de Florian Henckel von Donnersmarck. Imperdível.
7. Fernanda Torres cantando Vapor Barato em "Terra Estrangeira": a cena final deste filme de Walter Salles me parte o coração. Sem dúvida, está entre as imagens mais bonitas que já vi. Sem mais palavras.
8. O plano-sequência do baile em "O Leopardo": lição de realismo e direção cinematográfica de Luchino Visconti neste filme que não sai da minha memória: Que cenário! Que figurino! Que música! Que danças! Que atores! Não há nada fora do lugar neste filme. Simplesmente perfeito.
9. O passeio de bicicleta de "Butch Cassidy": Ao som de "Raindrops keep falling on my head", Paul Newman e Katharine Ross passeiam numa bicicleta pelo cenário de um dos faroestes mais legais já realizados. O filme é de George Roy Hill, que também dirigiu Golpe de mestre.
10. Cenas em câmera lenta da escada em "Amor à flor da pele": o filme de Wong Kar Wai tem uma cenas lindas em que as personagens principais se encontram subindo e descendo as escadas, correndo da chuva, ao som de um bolero, tudo isso em slow-motion. A atriz (Maggie Cheung) caminha com passos elegantes e sensuais, mas tudo na medida certa. O ator (Tony Leung Chiu Wai) também tem seu charme: anda em câmera lenta fumando cigarros e jogando fumaça pelo ar. Encantador.

2 comentários:

Rafael Araújo disse...

No filme "Divã" tem uma cena maravilhosa em que Lilian Cabral (protagonista) está nua, deitada no chão com os pés apoiados no parapeito de uma janela. Tudo sob a luz do luar. Se eu não me engano chovia bastante também... Vale a pena ver!

Rafael Araújo disse...

Seleção muito bem feita. Principalmente por não esquecer de "Um copo de cólera". Melhor cena de sexo com certeza!